A nova era dos atendimentos digitais
setembro 30, 2021
Sol solutis post digital maturity_Blog 750x500
O significado real de Maturidade Digital
outubro 11, 2021

Inteligência Artificial como ferramenta de Marketing

Sol solutis post Ai INteligencia marketing_Blog 750x500

Inteligência Artificial vem sendo uma revolução quase silenciosa nos negócios. O poder da computação e dos algoritmos inteligentes tornou-se fundamental para o que o mundo passou a chamar de hiperpersonalização. E não é só isso. Volumes gigantescos de informações, interações por diversos canais, consumidores mais informados, soberanos e instáveis trazem a necessidade imperativa de análises rápidas e decisões assertivas.

A tal almejada estratégia de marketing one to one se tornou realidade com o emprego de inteligência artificial. Além de tudo, a tecnologia possibilita pensar em one to one, mas em escala. O emprego de AI no marketing possibilita tornar informações comportamentais e indicativos emocionas em matéria prima para a criatividade.

Essas informações associadas a dados estatísticos também possibilitam criar segmentações bem mais assertivas do público-alvo. Assim, as estratégias de Go to Market podem ser otimizadas e maximizadas e a IA pode construir um grande diferencial competitivo.

Prova disso, é a constatação da consultoria Gartner que apontou recentemente que 63% dos líderes de marketing digital estão focados em construir experiências mais personalizadas ao passo que somente 17% deles afirma já estar utilizando algoritmos de inteligência artificial e deep learning para endereçar essa necessidade.

Apesar do baixo uso, o Gartner aponta também que 84% dos líderes de marketing digital acreditam que a tecnologia aprimora a capacidade de oferecer essas experiências personalizadas em tempo real aos clientes. Esses líderes de marketing apontam que a automação, escalabilidade e eficiência das estratégias de marketing são os grandes valores entregues pelas soluções de AI e Machine Learning.

Já o IDC (International Data Corporation), aposta que empresas que utilizarem a IA até 2024 serão 50% mais rápidas do que as que não utilizarem. Além disso, não fazer uso da inteligência artificial no marketing poderá significar problemas de experiência do consumo, o que levará à redução de engajamento, desuso e até a perda de credibilidade da empresa junto ao seu público.

O Global AI Adoption Index 2021 também dá uma pista valiosa dessa tendência. De acordo com a pesquisa realizada pela IBM, 40% dos profissionais de TI no Brasil confirmam a utilização de inteligência artificial nos negócios. A IBM aponta ainda que, até 2024, 32% das marcas utilizarão a IA para entender os sentimentos e percepções dos seus clientes, gerando um aumento de vendas da ordem de 50%.

Como a Inteligência Artificial está sendo usada no Marketing

AI é uma ferramenta que trabalha para auxiliar humanos e não para substitui-los. Alguém certamente já falou em algum canto do planeta e da jornada digital que um robô pode substituir 50 humanos ordinários, mas 50 robôs não substituem um humano extraordinário. Com inteligência artificial, o raciocínio é similar. Ela pode simplificar esforços humanos (muitos sobre-humanos), escalar e automatizar tarefas, mas não irá colocar o marketing totalmente em piloto automático. Por isso, está sendo usada da seguinte forma:

Atendimento

Chatbots com um sistema de Inteligência Artificial e Machine Learning, permitem um treinamento para entender diferentes contextos e, inclusive, perceber o mood do cliente e o potencial para uma venda ou o caminho para evitar uma frustração em um atendimento.

Recomendações de Produto

Os sistemas de recomendação de produto nos e-commerces já não são novidade. A diferença do seu uso com inteligência artificial é a capacidade de personalizar a recomendação. O sistema vai aprendendo com as interações do consumidor e produz recomendações mais assertivas e, consequentemente, amplia as taxas de conversão.

Melhorar Supply Chain

Melhorando a acurácia das respostas às perguntas “o que vender”, “para quem vender”, “como vender” e “quando vender”, não só melhora a taxa de conversão. Mas, também otimiza o gerenciamento da cadeia de suprimentos. Ou seja, a inteligência artificial já está sendo usada para melhorar o planejamento de demanda e identificar para onde levar cada produto e assim garantir melhor cobertura geográfica e evitar encalhe ou quebra de gôndola.

Otimização de publicidade

Só o teste A/B é pouco. Acumular conhecimento sobre o consumidor (e sobre cada cliente) permite executar melhor campanhas de marketing. Bem segmentadas, chegando somente ao consumidor de alto potencial e, assim, amplificando taxas de conversão e reduzindo CAC (custo de aquisição de clientes)

Melhorar a experiência do consumidor

A conversão é o mantra das equipes de marketing. Depois disso, mas não menos importantes, estão o engajamento e a fidelização.E, agora, mais do que o produto certo na hora certa, as marcas precisam entregar experiência. A inteligência artificial auxilia em cada etapa da jornada de compra, seja com um assistente virtual à altura ou com informações bem aproveitadas para estar na hora certa e com produtos e serviços personalizados.

Enfim, o aprendizado de máquina, a inteligência artificial auxiliam as equipes de marketing a ler, entender e categorizar dados, transformando informações confiáveis sobre cliente em experiências diferenciadas e serviços personalizados.

E uma jornada de compras azeitada e, digamos, “alfaitada” significa alta satisfação do consumidor e mais vendas para as marcas. Ambos saem felizes.